Localização
para entrega de material
Estacionamento
(71) 3496-5671

Citopatológico (citopatologia)


Refere-se ao exame de material proveniente de punção aspirativa por agulha fina (punções de mama, tireoide etc.), de esfregaços obtidos por exfoliação (citologia cérvico-vaginal, conhecida como exame de Papanicolaou, anal e outras) ou de líquidos de cavidades corpóreas (cistos, pleura e peritônio). Essas amostras podem ser recebidas na forma de esfregaços em lâminas de vidro ou em frascos contendo o líquido colhido.

O IMAGEPAT dispõe de técnicos e equipamentos especialmente dedicados a esses exames, e de médicos patologistas com especial interesse em citopatologia, habilitados para aplicar eficientemente os critérios e classificações mais atuais em cada área.

Procedimento de coleta:

- CITOPATOLÓGICO COVENCIONAL:
Os líquidos em material fixador (álcool absoluto) devem ser acondicionados em recipientes com tamanho adequado. Para maior segurança, é essencial que o recipiente esteja identificado com o nome completo do paciente, além de estar com alguma outra identificação única do paciente (numérica, por exemplo). Não se deve refrigerar após colocação em meio fixador. Os esfregaços (lâminas contendo o material a ser examinado) devem ser acondicionados em recipientes com paredes rígidas para evitar danos. Não se deve refrigerar após colocação em meio fixador. Os líquidos não-fixados devem ser refrigerados, mas não podem ser congelados. Todas as amostras precisam ser encaminhadas ao IMAGEPAT, no endereço de entrega de exames, o mais brevemente possível.

- CITOLOGIA CÉRVICO-VAGINAL EM MEIO LÍQUIDO:

Frascos coletores padronizados: GynoPrep e CellPreserv (seguir a orientação de coleta que consta nas embalagens dos kits).

               

- CITOLOGIA ANAL EM MEIO LÍQUIDO:

Frascos coletores padronizados: GynoPrep e CellPreserv.

Orientação de coleta:

Coletar utilizando escova cervical na região anal.

Coletor Gynoprep – quebrar a ponta da escova dentro do frasco de acordo com ponto de quebra indicado na haste. Coletor CellPreserv - agitar vigorosamente a escova dentro da Solução e esfregar as cerdas da escova nas paredes do frasco para ajudar a liberação das células coletadas. Descartar a escova.


CITOLOGIA URINÁRIA

Materiais aceitos para análise:

- Amostra de urina obtida por via miccional;

- Amostra de urina obtida por cateterismo vesical;

- Lavado intraoperatório de trato urinário com solução salina (lavado de bexiga, uretra, ureteres e pelve renal).

 

Procedimento de coleta da amostra de urina:

- A amostra deve ser a segunda urina da manhã ou posterior (a partir de 2 horas depois de ter sido realizada a última micção). A primeira urina da manhã NÃO é adequada para o exame devido à presença de degradação celular.

- Período menstrual: em caso de urina obtida por via miccional, o ideal, na medida do possível, é evitar a coleta durante a fase menstrual para não comprometer a integridade da amostra urinária.

- Deve-se lavar as mãos e fazer a higiene genital imediatamente antes de iniciar a coleta da amostra de urina. Deve-se desprezar o início da micção (primeiro jato) no vaso sanitário, colher o restante da urina diretamente no frasco coletor, fechar o frasco firmemente e providenciar o envio ao laboratório.

- A amostra deve ser acondicionada em frasco plástico do tipo coletor universal descartável com tampa tipo rosca (pode ser fornecido pelo laboratório mediante solicitação).

- O material deve ser conservado sob refrigeração (ex: em geladeira), caso não possa ser entregue no laboratório em até 2 horas após a coleta. A amostra de urina não pode ser congelada em nenhuma eventualidade pois compromete a preservação dos elementos celulares necessários para análise microscópica do material.

 - Amostra cateterizada (sondagem vesical) – Material deve ser coletado sob condições estéreis, conforme orientação do médico assistente. O laboratório deve ser informado a respeito da coleta via sonda vesical devido a presença de artefatos celulares gerados durante a o cateterismo ou instrumentação do trato urinário.

 

Procedimento de coleta da amostra de lavado intraoperatório de trato urinário com solução salina (lavado de bexiga, uretra, ureteres e pelve renal):

A coleta de lavado intraoperatório de trato urinário deve ser realizada conforme conduta do cirurgião, preferencialmente antes do início da cistoscopia ou biópsia de lesões vesicais suspeitas. O material deve ser acondicionado em frasco plástico coletor universal descartável com tampa tipo rosca (pode ser fornecido pelo laboratório mediante solicitação). Deve ser encaminhado ao laboratório imediatamente ou mantido sob refrigeração até o envio.



Caso surja alguma dúvida, clique aqui e fale conosco.

IMAGEPAT SALVADOR

Endereço para entrega
Centro Odonto Médico Linus Pauling Rua Altino Serbeto de Barros, 119, Térreo, Loja 6, Itaigara, Salvador - BA
CEP 41830-492

Área Técnica e Administrativo
Edf. Eventus Empresarial, 3º Andar Rua Lucaia, 209 Rio Vermelho, Salvador - BA
CEP 41940-660 
(Este endereço não recebe material a ser analisado)     

Hospital da Bahia
Térreo, Ala B

Hospital Aliança
Centro Médico Aliança, Subsolo
IMAGEPAT SUDOESTE

Endereço para entrega
Av. Otávio Santos, 227, Centro Medico Otávio Santos, Loja 12, Recreio, Vitória da Conquista - Bahia
CEP: 45.020.210
 
Área Técnica e Administrativo
Avenida Jorge Teixeira, 29, Medical Center, Lojas 05 e 06, Candeias, Vitória da Conquista - Bahia
CEP: 45.028-050 

Hospital HCC
Praça Marcelino Mendes, 4, Térreo

Hospital IBR
Rua Góes Calmon, 235, Térreo
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Salvador

2ª à 6ª feira das 07:00h às 19:00h
Sábado das 07:00h às 12:00h

Sudoeste
2ª à 6ª feira das 07:00h às 18:00h

CONTATOS

Salvador
Tel: (71) 3496-5671
Fax: (71) 3496-5657

Sudoeste
Tel: (77) 3229-1400
Cel: (77) 98107-7366

Ligar para o Imagepat
(71) 3496-5671

Imagepat Laboratório de Anatomia Patológica Ltda. - Todos os direitos reservados